Porque o Brasil não tem Prêmio Nobel?

Por que o Brasil não tem nenhum prêmio Nobel? A resposta é um pouco menos meritocrática do que nós poderíamos pensar.

Texto escrito por Yuri Simon, publicado originalmente n’O Fato e a História.

Porque o Brasil não tem Prêmio NobelEnorme complexo de vira-latas.

Mais uma vez comparações simplistas e burras relacionando títulos conquistados em Copa do Mundo e falta de Prêmios Nobel pelo Brasil.

Existem muito mais interesses e causas políticas relacionados ao Nobel do que apenas “merecimento”… Isso não é parâmetro. Apesar do Brasil apresentar uma série de problemas e deficiências em uma série de áreas do panorama nacional, é preocupante esse tipo de discurso apresentado por certos brasileiros contra o seu próprio país, pois ele é simplista, chulo e míope. Que o diga Nelson Rodrigues com o seu cunhado complexo de vira-latas, “Vira-latismo” que aliás já tirou o prêmio Nobel do Brasil várias vezes.

Veja também: Luciano Huck e o vira-latismo

Afinal, apesar do Brasil nunca ter vencido um Prêmio Nobel, é plenamente possível citar uma série de representantes da nossa nação dignos da honraria, desde a área literária, como Jorge Amado, Graciliano Ramos (que chegou a ser cotado), Euclides da Cunha e Guimarães Rosa, certamente melhores do que muitos ganhadores do Nobel de Literatura. Mas como diz Ferreira Gullar: a academia Suíça que concede esse prêmio não fala Português, e apenas um escritor de língua portuguesa teve essa honra (que foi Saramago).

A área da ciência e saúde mereceu inúmeras vezes, vide Carlos Chagas (que não ganhou por causa de propagandas negativas que recebeu de outros médicos brasileiros), Vital Brazil e Oswaldo Cruz. Ou César Lattes cujo prêmio foi roubado de forma descarada pela instituição inglesa onde ele desenvolveu suas pesquisas e dado a uma pessoa que o ajudou na redação do estudo-relatório que fez o brasileiro. Raríssimas vezes um prêmio Nobel na área de ciência é dado a país que não seja do eixo Europa/EUA ou suas colônias de língua inglesa… Simplesmente porque esses países não são de reconhecerem pesquisas desenvolvidas em países do terceiro mundo.

É claro que me importo com o estado do nosso país em vários aspectos, mas não deixo que isso me faça menosprezar o Brasil, afirmando que ele só seria vencedor em um suposto “Nobel da corrupção ou da burrice”…é de dar pena que alguns não conheçam o que o Brasil tem de melhor a oferecer.

Deixo aqui três matérias sobre o assunto que tem muita informação a oferecer.

 

2 Comments

  1. Seu artigo mostra o descuido com que pretensos conhecedores de determinado tema se arrogam ao direito de fazerem julgamentos sem nem mesmo investigarem bem sobre o que estão falando. Logo, seus argumentos servem para provar, justamente, o oposto do que você pretendia. Como professor universitário sei que a educação brasileira é sofrível. Você viu o jogo Brasil vs Alemanha, Copa 2014? Se no lugar de futebol fosse educação, a goleada seria bem maior. E olha que futebol é coisa séria para os brasileiros, mas a educação, não. Exemplo é você escrever Suiça quando deveria ter dito Suécia.

Deixe uma resposta