Slavoj Zizek: “A sabedoria é nojenta!”

Segundo Žižek, em uma entrevista na Biblioteca Nacional da Universidade da Dinamarca e Copenhagen, a sabedoria é “nojenta” e conformista. Veja o vídeo inteiro!

Segundo Žižek, em entrevista à Biblioteca Nacional da Universidade da Dinamarca e Copenhagen, a sabedoria é “nojenta” e conformista.

Os sábios sempre possuem uma opinião a respeito de tudo e sempre são procurados por suas ideias quando algo novo acontece. Eles possuem um certo ar de autoridade, pois, afinal de contas, são sábios: eles entendem o que dizem. Porém, não se pode dizer, de acordo com Žižek, que o que eles dizem seja realmente verdade. A sabedoria pode ser usada como uma forma de desacreditar opiniões alheias, pois o sábio sempre terá argumentos para sustentar suas ideias e por sua postura de autoridade, qualquer coisa, sábia ou não, que ele disser será tida como verdade.

Como uma forma de rebeldia, Žižek demonstra o caminho de procurar nossas próprias verdades, sem aceitar como fato a sabedoria pronta de alguém. “Só sei que nada sei”, diria o filósofo grego.

One Comment

Deixe uma resposta