Ouça a palestra de Michel Foucault: “A Cultura do Eu”, apresentada em Inglês na Universidade de Berkeley (1983)

Na sua palestra sobre ‘’A Cultura do Eu’’ feita em Berkeley em 1983, Foucault formulou e reformulou o tema de varias maneiras – ‘’O que nós somos em nossa realidade?’’, ‘’O que nós somos hoje?’’ – e sua investigação deu valor a ‘’uma alternativa para as questões tradicionais da filosofia’’: ‘’O que é o mundo? O que é o homem? O que é a verdade? O que é o conhecimento? Como podemos saber alguma coisa?

Texto originalmente escrito por Josh Jones e publicado no site openculture.com.

O tempo em que Michel Foucault passou no Estados Unidos nos últimos anos de sua vida, particularmente como professor na Universidade de Berkeley, provou ser extraordinariamente produtivo para o desenvolvimento de sua compreensão teórica sobre o que ele viu como uma questão central  para o oeste contemporâneo: A questão do eu. Na sua palestra sobre “A Cultura do Eu” feita em Berkeley em 1983, Foucault formulou e reformulou o tema de varias maneiras – “O que nós somos em nossa realidade?”, “O que nós somos hoje?” – e sua investigação deu valor “as questões tradicionais da filosofia”: “O que é o mundo? O que é o homem? O que é a verdade? O que é o conhecimento? Como podemos saber alguma coisa? Etc.”’Assim escrevem os editores da coleção de ensaios publicados postumamente em 1988 como ‘’As Tecnologias do Eu’’ entitulado após uma palestra de Foucault na Universidade de Vermont em 1982.

Em seu discurso, Foucault nota que ‘’a hermenêutica do ser tem sido confundida com as teologias da alma – concupiscência, pecado e a queda da graça.’’ A técnica de confissão, usada até mesmo pela psicanálise secular, informa a subjetividade que, para Foucault, desenvolve-se sob os olhos sempre atentos de instituições normalizadoras. Mas na “Cultura do Eu”, Foucault recorre à concepção dos antigos gregos do ‘’Cuidado de si’’(epimelieia beautou) para localizar a subjetividade derivada de diferentes tradições – um contraponto  ao confessionário religioso e à subjetividade Freudiana uma vez fez que ele, em termos técnicos, discute a “escrita de si’’.(O ”Cuidado de Si” passa a ser substituído pelo terceiro volume da “História da Sexualidade’’, e a ‘’Cultura do Eu’’ passa a ser o título de seu segundo capítulo.)

A noção de que o indivíduo é concedido através das ministrações de outros chega ao ridículo nos primeiros minutos de sua palestra. Foucault conta a história de Luciano de Samosáta, um escritor satírico Grego do século II, para ilustrar um ponto cômico sobre “aquelas pessoas que hoje em dia visitam  regularmente um tipo de mestre que tira o dinheiro delas para ensina-las como cuidar de si mesmas”. Ele identifica a antiga versão dessa autoridade dúbia como a do filósofo, mas parece que sua intenção nos tempos modernos refere-se abertamente aos psiquiatras, psicólogos, e todas as figuras religiosas e gurus de auto-ajuda.

Foucault conta essa piada para nos introduzir a sua busca “ontológica e histórica de nós mesmos’’, uma consideração ao ensaio de Kant ‘’ O que é o Iluminismo?’’ Nesse texto, O mais proeminente filósofo alemão iluminista descreve “a saída do homem da sua auto-imposta imaturidade,’’ Um termo que ele define como “a incapacidade de usar seu próprio entendimento sem a direção do outro.’’ A partir daí, Foucault abre sua investigação a uma análise “de três conjuntos de relações: nossas relações com a verdade, nossas relações com obrigações, nossas relações com nós mesmos e para com outros.’’ Você terá de ouvir toda a palestra, divida em 5 partes acima, para acompanhar o inquérito de Foucault através de suas muitas passagens e divergências para aprender como ele chega a essa conclusão: “O ser não é algo escondido e, portanto, algo para ser escavado, mas como um correlativo da tecnologia, ele co-evolui junto com o milênio.’’

A sessão de perguntas e respostas acima foi realizada em um dia diferente e também vale a pena ouvir. Foucault aborda várias questões sobre sua própria metodologia e outros conceitos que podem ser esclarecedores (ou não) relacionados com a sua palestra. Nesse site você poderá encontrar as questões da audiência e algumas profundas e as vezes bem-humoradas respostas dadas por Foucault.banner-camisa-foucault

 

2 Comments

Deixe uma resposta