Estratégias de manipulação midiática – Parte II

Para manipular seu público, a mídia já possui algumas estratégias prontas. Essa é a segunda parte de três textos sobre as 10 estratégias de manipulação midiática mais utilizadas, segundo por Noam Chomsky. O primeiro texto pode ser conferido aqui.

download
Para manipular seu público, a mídia já possui algumas estratégias prontas.

Para manipular seu público, a mídia já possui algumas estratégias prontas. Essa é a segunda parte de três textos sobre as 10 estratégias de manipulação midiática mais utilizadas, segundo por Noam Chomsky. O primeiro texto pode ser conferido aqui.

4- A estratégia do deferido
Uma forma de se fazer aceitar uma decisão impopular é a de apresentá-la como sendo “dolorosa e necessária”, obtendo a aceitação pública, no momento, para uma aplicação futura. É mais fácil aceitar um sacrifício futuro do que um sacrifício imediato. Primeiro, porque o esforço não é empregado imediatamente. Em seguida, porque o público tem sempre a tendência a esperar que “tudo irá melhorar amanhã” e que o sacrifício exigido poderá ser evitado.

5- Dirigir-se ao público como crianças
A maioria da publicidade dirigida ao grande público utiliza discurso, argumentos, personagens e entonação infantis. Quanto mais se tenta buscar enganar ao espectador, mais se tende a adotar um tom infantilizante. Por quê? “Se você se dirige a uma pessoa como se ela tivesse a idade de 12 anos ou menos, então, em razão da sugestão, ela tenderá, com certa probabilidade, a uma resposta ou reação também desprovida de um sentido crítico como a de uma pessoa de 12 anos ou menos de idade”.

6- Utilizar o aspecto emocional muito mais do que a reflexão
Fazer uso do aspecto emocional é uma técnica clássica para causar um curto circuito na análise racional, e ao sentido critico dos indivíduos. Além do mais, a utilização do registro emocional permite abrir a porta de acesso ao inconsciente para implantar ou enxertar ideias, desejos, medos, temores e compulsões, ou induzir comportamentos.

One Comment

Deixe uma resposta