Abuso sexual, Universidade de Virgínia e seus membros agindo em solidariedade.

Muitos de vocês já devem ter lido sobre a comovente história sobre a estudante que sofreu abuso-sexual na Universidade de Virgínia nos EUA. Se você ainda não sabe sobre o assunto, leia abaixo: Jackie tinha acabado de começar seu primeiro ano na Universidade de Virgínia quando foi brutalmente violentada por sete rapazes em uma festa da fraternidade. Quando ela tentou recorrer pelos seus direitos e responsabiliza-los, um novo tipo de abuso começou.

Texto originalmente publicado no site Feminist Philosophers.

Universidade da Virgínia
Universidade da Virgínia

Muitos de vocês já devem ter lido a comovente história sobre a estudante que sofreu abuso sexual na Universidade de Virgínia nos EUA. Se você ainda não sabe sobre o assunto, leia abaixo:

Jackie tinha acabado de começar seu primeiro ano na Universidade de Virgínia quando foi brutalmente violentada por sete rapazes em uma festa da fraternidade. Quando ela tentou recorrer pelos seus direitos e responsabiliza-los, um novo tipo de abuso começou.

Trecho publicado pela Rolling Stone sobre o ocorrido:

A UVA dá tanta importância aos códigos de honra que desde 1998, 183 pessoas foram expulsas por violar tais códigos, como por exemplo, trapacear e forjar resultados de provas. No entanto, paradoxalmente, nenhum estudante foi expulso da UVA por abuso sexual.

‘’Pense melhor sobre isso’’ diz Susan Russell, cujo o relato de sua filha sobre abuso sexual ajudou a desencadear investigações também ocorridas no passado. ‘’Em que mundo um aluno é expulso de uma universidade por colar nos exames, e não por estrupar alguém?

A procuradora Wendy Murphy, que entrou com processos judiciais contra escolas incluindo UVA, argumenta que em matéria de violência sexual, essa fixação por Escolas na Ivy League e na Division I e todo esse prestígio prova suas degradações. ‘’ Essas escolas amam fingir que protegem seus alunos, mas isso não é verdade: eles estão mais interessados é no dinheiro que esse prestígio dissimula,’’ diz Murphy. ‘’Nessas situações aquele que ganha mais proteção ou, é um aluno rico, um aluno importante ou um atleta. Quanto mais privilegiado ele for, mais provável é que a garota morra antes que ele seja acusado de qualquer coisa.’’A UVA é o mesmo campus onde o relacionamento volátil entre o exímio jogador de Lacrosse George Huguely e sua namorado Yeardley Love foi visto sem muita importância – o ciumes doentio do rapaz, provocados por bebedeiras – até 2010 quando ele assassinou sua namorado espancando-a até a morte.

Desde que a matéria foi publicada, uma carta assinada por mais de 127 membros da UVA começou a circular.

Caro Presidente Sullivan,

Nós estamos todos comovidos e furiosos após ler o artigo publicado pela Rolling Stone. A extrema violência que foi relatada é chocante e exige uma resposta inequívoca de que nós não vamos tolerar nenhum tipo de violência contra os estudantes.

Os professores, membros e estudantes da UVA vêm debatendo como podemos responder de forma mais eficaz.

Como passo inicial, nós propomos uma politica que institua o congelamento imediato das atividades de qual qualquer organização estudantil que estão sobre investigação por má conduta sexual e agressões sexuais.

Também pedimos para que o sistema grego coletivamente e voluntariamente suspenda todas suas atividades durante essa semana, por respeito aos sobreviventes de abuso sexual em nosso campus.

Nós acreditamos que essa ação imediata será um importante primeiro passo em divulgar a mensagem de que qualquer violência contra nossos alunos não será tolerada. Também será uma mensagem bem clara para as fraternidades  de que se eles não cooperarem  para intervir na violência sexual, ou se eles conscientemente não denunciarem esses atos, suas atividades serão suspendidas.

A NBC também fez um comunicado de imprensa a respeito de um protesto (Take Back The Party) dos docentes da UVA que ocorrerá no mesmo dia que outros dois eventos importantes.

A maioria dos docentes evitam a Rugby Road nas noites de sábado. No entanto, amanhã, em resposta ao recente artigo publicado pela Rolling Stone e dos decorrentes problemas de violência sexual na universidade, instrutores e docentes da Universidade de Virgínia também estarão indo para a festa. Nós estamos planejando uma ação às onze da noite nesse Sábado durante a Rugby Road, seguido do jogo de futebol. O objetivo do ‘’Take Back The Party’’  é protestar contra uma cultura social que coloca as mulheres que estudam na UVA em um risco inaceitável. Os docentes da UVA irão se reunir para exigir um ambiente seguro para as mulheres assim como é para os homens.

Estamos felizes com a resposta dos membros da UVA que agora irão agir em solidariedade juntos com as vitimas em seus campus, e o desejo de trabalhar para a mudança. Apesar da brutalidade do abuso sexual, a publicidade negativa que isso trás à universidade quando fatos como esses acontecem e quando não são tratados propriamente  (e apesar as proteções legalmente oferecidas pelo Title IX nos EUA) as universidade continuam a tratar vitimas e agressores com uma análise simplesmente monetária. É sempre difícil saber o que fazer, como ajudar e se você tem poder o suficiente para fazer diferença de fato, o que faz com que seja ainda mais encorajador ver o corpo  da UVA agindo com propósito e convicção.

banner-post

Deixe uma resposta