Estratégias de manipulação midiáticas – Parte III

Para que a manipulação seja mais eficiente, a mídia utiliza algumas fórmulas psicológicas prontas. Confira o terceiro (e último) texto sobre as 10 estratégias de manipulação midiáticas mais utilizadas, segundo por Noam Chomsky.

manipulacao051
Estratégias psicológicas são utilizadas para manipular o público com mais eficiência.

Para que a manipulação seja mais eficiente, a mídia utiliza algumas fórmulas psicológicas prontas. Confira o terceiro (e último) texto sobre as 10 estratégias de manipulação midiáticas mais utilizadas, segundo por Noam Chomsky.

7- Manter o público na ignorância e na mediocridade

Fazer com que o espectador seja incapaz de compreender as tecnologias e os métodos utilizados para seu controle e sua escravidão. “A qualidade da educação dada às classes sociais inferiores deve ser a mais pobre e medíocre possível, de forma que a distância da ignorância que paira entre as classes inferiores às classes sociais superiores seja e permaneça impossível para o alcance das classes inferiores”.

8 – Estimular o público a ser complacente na mediocridade

Fazer com que o público acredite que é moda o fato de ser estúpido, vulgar e inculto.

Veja também: Estratégias de manipulação midiática – Parte I
Veja também: Estratégias de manipulação midiática – Parte II

9 – Reforçar a revolta pela autoculpabilidade

Fazer o indivíduo acreditar que é somente ele o culpado pela sua própria desgraça, por causa da insuficiência de sua inteligência, de suas capacidades, ou de seus esforços. Assim, ao invés de rebelar-se contra o sistema econômico, o indivíduo se autodesvalida e culpa-se, o que gera um estado depressivo do qual um dos seus efeitos é a inibição da sua ação.

10 – Conhecer melhor os indivíduos do que eles mesmos se conhecem

No transcorrer dos últimos 50 anos, os avanços acelerados da ciência têm gerado crescente brecha entre os conhecimentos do público e aquelas possuídas e utilizadas pelas elites dominantes. Graças à biologia, à neurobiologia e à psicologia aplicada, o “sistema” tem desfrutado de um conhecimento avançado do ser humano, tanto de forma física como psicologicamente. O sistema tem conseguido conhecer melhor o indivíduo comum do que ele mesmo conhece a si mesmo. Isto significa que, na maioria dos casos, o sistema exerce um controle maior e um grande poder sobre os indivíduos do que os indivíduos a si mesmos.

Deixe uma resposta