Crítica de Bauman aos relacionamentos virtuais é tema da exposição 4m0r no RJ

Amor Líquido, de Zygmunt Bauman, é tema central na exposição 4m0r, no Rio de Janeiro. Filmes e debates fazem parte da programação. Clique aqui e veja.

4m0r é a primeira exposição com a obra de Bauman como foco. Imagem: Divulgação.

Bauman é um dos pensadores mais respeitados na contemporaneidade. Apesar de ser sociólogo, abre seu leque para filosofia e estudos da psicanálise, foi nessa junção que sua análise sobre a liquidez moderna ganhou corpo e em Amor Líquido pôde traçar um panorama das relações amorosas nesta nova época.

Este é o mote de 4m0r, exposição que o Núcleo de Investigação Cênica da Incubadora Artística da Serragem promove desde ontem até sexta-feira (18) no Centro Cultural Laurinda Santos Lobo, em Santa Teresa, bairro do Rio de Janeiro, discutindo as formas de amor virtuais.

4m0r é a primeira exposição com a obra de Bauman como foco. Imagem: Divulgação.

Em entrevista ao Colunas Tortas, a curadora Melina Souza explica que o assunto já estava presente em suas pequisas pessoais, “Tenho sido provocada pela temática das relações virtuais há pelo menos um ano, tendo iniciado então uma pesquisa pessoal sobre o assunto. Na ocasião, quando fui aceita para participar da Incubadora Artística da Serragem, tinha certeza de que seguiria trabalhando com o tema”.

A escolha de Bauman foi posterior ao interesse pelo tema. Somente após essas primeiras pesquisas que o autor apareceu, com Amor Líquido, como uma chave para suas reflexões sobre o vazio e a solidão dentro das relações humanas e  preencheu o espaço que lhe faltava. “[Escolhi] Bauman, por causa de ‘Amor Líquido’. E ‘Amor Líquido’, por mostrar-se uma urgência tratar das relações virtuais, sob o ponto de vista da sociedade líquida”, explica Melina.

Relações humanas

Antes de tudo, exposição discute relações humanas. Todo material apresentado tem foco na humanidade própria das relações contemporâneas e sua feitura se deu através de convite da própria curadora. “Mas também houve uma pesquisa de obras que fossem inspiradas no tema, o que nos levou a trabalhos como o curta-metragem ‘Amores Líquidos’, de Thays Berbe, e a performance #SMS4m0r, do Grupo de Interação MilaSan (GIM)”, diz a curadora.

bauman relacionamentos liquidos
“Amores Líquidos”, de Thays Berbe é parte da exposição. Foto: Divulgação.

“Em obras como a instalação ‘Koreus (título provisório)’, de Vanessa Meyer, e o curta ‘Amor Líquido’, de Carol Pitzer, podemos perceber uma visão muito mais centrada na sociedade líquida em si, e também nessa relação que é real, mas ainda assim, líquida. Os demais trabalhos (‘Você é o que você posta?’, de Vinicius Andrade e Karina Mills, ‘Duo para um’, de Marjory Leonardo e Daniel de Oliveira, e ‘LOG-OFF’, de Thi Cardoso) focam mais neste contexto virtual das relações. Porém estas, sejam online ou offline, serão sempre e sobretudo, humanas”, termina Melina.

Ontem, explica Melina, aconteceu um bate-papo sobre Sexo e Tecnologia, em que se refletiu sobre a possibilidade do virtual ser uma ponte para o real. Ambos, portanto, não são separados, não há exclusividade no conceito de amor líquido para o ambiente virtual, mas sim uma simbiose típica de sociedade globalizadas e informacionais.

Informações

Data: 15 de dezembro de 2015 à 18 de dezembro de 2015
Local: Centro Cultural Laurinda Santos Lobo
Horário: 17h às 20h
Entrada Franca
facebook.com/exposicao4m0r

Programação

15/12/2015 – terça-feira
17h – Apresentações
18h40 – “HANDS”, curta-metragem, de Camilla Rodrigues e Melina Souza.
19h – Sexo e Tecnologia , com a sexóloga Flavia Silva.
bate-papo sobre sexo virtual, e a sexualidade na rede

16/12/2015 – quarta-feira
17h – Apresentações
18h40 – “Amores Líquidos”, curta-metragem de Thays Berbe,
produzido pelo Núcleo de Imagem e Palavra do SESC Belenzinho/SP;
19h – Love VS. Hate, com Manuela Curcio (ITS-Rio de Janeiro), Paula Duarte (Projeto Alegria Interna Bruta) e Yzadora Monteiro (Rio Invisível).
mesa de debate sobre promover o amor e o encontro, na era do ódio digital

17/12/2015 – quinta-feira
17h – Apresentações
18h30 – #SMS4m0r, vídeo-performance interativa do Grupo de Interação MilaSan (GIM).
Rita Luppi, Rodrigo Gallo e Camila Santo
19h – “It’s a Match!”
bate-papo com casais que se conheceram pela rede.

18/12/2015 – sexta-feira
17h – Apresentações
18h40 – “Amores Líquidos”, curta-metragem de Thays Berbe, produzido pelo Núcleo de Imagem e Palavra do SESC Belenzinho/SP;
19h – Bauman e o Amor, com Renato Nunes-Bittencourt , doutor em Filosofia pelo PPGF-UFRJ
uma palestra sobre amar, no contexto da vivência líquida.

***

Artigos populares parecidos

Amor líquido, uma resenha

Medo líquido, uma resenha

O que é liquidez em Bauman?

Banner-facebook

One Comment

Deixe uma resposta