O Coador das Almas Úmidas

Ou sobre uma lembransa enrugada de 1992.

São Paulo. 2 de marso de 2005

Era 92. Ninguem me chamava de Senhor Claudio ainda.

Hoje em dia quase ninguem fala meu nome sem cer com isso na frente

Senhor Claudio fais o favor. Senhor Claudio me trais 2 mamitecs. Senhor Claudio ta aqui o troco.

Nunca achei que 1 dia auguem ia me faze de mim Senhor

Pra mim Senhor era mestre de luta.

Iguau Doutor que a gente chama Delegado e Policial e Medico

Comesei a te esse nome quando comesei o serviço no restaurante da minha irma Cida

Que des de pequena adora cosinhar

E depois que largou o traste do marido. Conseguiu comprar 1 estabelesimento

Pra cozinhar por grana.

Ela me colocou pra fechar as marmitas e entrega

A tampa de alumino entra na rodinha e lacra. Diferente das lata de quando era mosso

Ai coloco na sacola e me vo subi e desser ladera

Tem dia que é logo 60. Mais nomalmente é 40 marmitas

E la vai eu subi e desser ladera

Ate umas 7 da noite. Na ora da janta.

Ai quando acaba espero ela lava o salao. Do lado de fora e vamo pra casa.

Durmo na sala dela. Depoi que noça mãe falesseu. Que Deus a tenha

Os irmãos divdiro a casa em dinheiro. E ela me levo pa mora com ela.

Ja que falaro que não dão dinheiro pra vagabundo

Mais nãoo é isso que quero conta.

Lembrei nesses dia atrais quando tive que escreve 1 documento pro forum

De escreve

Nem me lembrava diso

Mau recebo carta. E quando vem e so conta pra paga

Estudei até a sexta série. E no depois disso o Maximo que fazia era escreve corrente.

Mais ai na teve vi vez 1 moço esses dias falando que escreve é bom pra desabafa

Se espressar, nas palavras dele

Ai escrevendo o documento me lebrei

So qe o poblema qe nao tia caneta ou lapis

Ai compei na venda do Senhor Janiu. Qe ate e mais velho qe eu

Tem quase 80 ano

So qe agora tabem sou Senhor qe nem ele

Vai etender.

Voutando

Era 1992. qando ainda nao era chamado de Senhor Claudio

Tava preso. Muita bagunsa po ai

Ja tava a 6 mes vendo o sol pela grade. Fui pego pelo artigo 157. Flagante

Pasei 3 semana na delagacia e depois fui po presido

Carandiru.

Pavilao 7

Me colocaro p trabaiar fazeno bola e barco.

Era tranqilo. Apesa de preso. A vida nao era de todo ruim

Via a Ana qe namorava comigo naqele tempo todo o sabado

Acotecia 1 desetedimento ou otro de veis em qando

Gente tetando fugi

1 dia.

O tuneu desabo emcima do cara

Pesoal encontro ele co as perna de fora

Eo sange saído pelas pedras

Sabe aqela coisa qe a pesoa cente

Qe da na pesoa. Fas ela ter censacao do qe aida vai acotecer?

Nao qero pareser filosofo o poueta

o augo do tipo

Mais figir qe não lebrei daqilo

Mais pa frete

Ceria metira

Dais mais safadas

Eu cei qe nao da pra dize qe 1 ora e 1 ora

Antes do pouteiro pasa pela ora no relogio

So qe na mia cabesa. Depos de todo ese tempo

Parese qe faz parte da obra de Deus toda.

Ol do diabo.

Iço foi 3 semanas antis. De 2 de otubro

Qe paso na teve. Fisero filme.

Pa mim. Comesou como otro dia normau. Fazeno Bola e Barco.

Derepente era carcerero correno de um lado po otro

Cirene. Nunca ovi tanta

Som atrais de som pra embaralar a cabesa

Durante oras

No meio dese barulo

ligaro o radio

Era o Fanasio Jazadi. Anuciando 1 rebeliao no caradiru?

No pavilao 9

Falo qe a coisa tava fea. A polisa ia counter os vagabundo

Botá ordem. Demoro aida algumas ora com o som da cirene na cabesa

Ate a ordem qe ele falo comesa

Foi qe nem corida de 100 metro

Atiraro pa comesa

Mais ai foi mais de 1.

Pipoco seco qe duro bastante tempo

Logo o Fanasio deu no radio o qe eu já imaginava. A polisia ivadiu.

Ele falo qe tinha preso armado. Polisia teve qe ce defende.

Pelo barulo. Na ora lembro qe pencei Caramba como tia preso armado.

Os pipoco depois de muto tempo pararo.

O Fanasio e otros radialista so repetia as coisas.

Cem novidades.

Do nada surgiu 2 carcerero e 3 polisia.

Tava escoleno a dedo as pesoas.

Fui o 2 a se escolido. Ja tia um pesoal de otros pavilao

O carcerero dise qe a gente ia lava o pavilao

Qe os corpo os preso de la tiam carregado já

Faltava limpa. Limpa oqe? Pencei por 1 segudo

Deram augumas bota pra um pesoal. Acabei ficando cem

Consegi bater o olio onde tava os preso

Todo mundo pelado. Setado.

Oliando po pizo.

Subimo pro utimo andar. Meu naris comessou a senti 1 odor

Qe pencei se fero ou aço. Mais era mesmo sange. As escada era so sange

Paressia goma de masca logo depos qe a gente jogamos fora.

Mais era 1 monte. Por todos os degals da escada

No utimo corredo. La im cima. La im cima

Tudo era vermeio. E brilava oleoso.

Tia estorado 1 cano da parede. A agua vermeia balansava.

Antis de comesarem a jogar o sabão. Ainda vi varias forma de corpo.

Paressia qe tia todo mudo ce agarrado no pizo. Pa fugi da morte.

Foi muto sabao e agua. Eu fiqei co o rodo. Jogando a agua pela escada

Cobia os pe tudo de vermeio. Agua gelada.

Nao dava pa ce move muito. Poqe tava fassil cai.

De onda em onda bateno na canela. Comessou a me da 1 coisa.

Agonia degrasada. Me veio 1 praia na cabesa. Eu bem no razo.

Mais so olava pa onde devia ta meus pe. Co o mar de sange

Tia medo de levanta a cabesa e olia pro lado. E pode ve os copo tudo

Vino na mia diresao. Me levano com eles.

Iso paro qando a agua comessou a fica mais clara. E votei a ver meu pe na agua co sabao

Mais mesmo assim nao oliei po lado. Nese tempo todo qe tia pasado. Nao pecebi

E logo depos. Ja pasando o rodo no qase seco

Mandaro todo mundo de vouta pros pavilao de cada 1

Fui direto me lavar. Tremeno.

Tava ainda oliando po pizo. Meu pe tava todo enrugado

Co os espaso de coloca a avaiana com 1 cor esqisita

Paresia qe era o sange ainda grudado!

Vermeio. Esfregei muito. Saia 1 poco mais votava

Pasei a toalia no meio dos dedo. Ela de branca tava rosada.

No desespero qando votei pa sela. Coloqei 2 meia branca.

Vi ela se moía. Com sange moiado do meio dos dedo

Rezei a noite toda. Pa pelo menos ve se parava de ver sange em tudo

Foi asim ate qase 2 meis.

Qando sai de codicionau. Fiqei muito tempo soiando co a praia vermeia na casa da mia mae

Me lavando. O vermeio foi sumindo. Depois pecebi qe nao era medo do sange.

Mais daqela mistura. Sange ensaboado. Grudento. Lotado de vida escoregando. Ino embora.

Qe nao qeria ir embora. E te agarava na corenteza. Qase te levano junto.

Asim pasei 1 bom tempo ai. Comesando a vira Seior talves. Co 1 monti de mania.

Qe o pesoal reclama qe nunca mais lavo pizo e salao. Perdi varios serviso.

Fais o pesoa pensa qe tu ce ve mais importante qe os otros.

Mais ce so meia preta eu uso. Pa evita de ver o moiado de sange.

O qe eu ia Faze?

Créditos da imagem: Niels Andreas.

Deixe uma resposta