As duas formas da ideologia – Michel Pêcheux

Michel Pêcheux se esforça por elaborar uma teoria do funcionamento da ideologia, a separando em dois compartimentos, um relacionado ao processo produtivo e outro relacionado às relações de produção. Um empírico e o outro especulativo. Aqui, o autor já inicia seu trabalho com as noções que depois viriam a ser parte da Análise do Discurso Francesa e termina por diagnosticar as ciências sociais de seu tempo como ideologias.

Ideologia e Aparelhos Ideológicos de Estado – Louis Althusser: uma resenha

Da série “Michel Pêcheux: Conceitos Fundamentais“. Apoie o Colunas Tortas! Compre essa resenha detalhada em formato digital e tenha a melhor experiência de leitura: 34 páginas Formato: PDF Formatado para ser lido em tablets, celulares e desktop. Autor: Vinicius Siqueira São R$4,99. Clique abaixo e adquira! Lendo Ideologia e Aparelhos Ideológicos de Estado O ensaio…

O pré-construído – Michel Pêcheux

O pré-construído se localiza no cruzamento da teoria do discurso com a linguística, fundamentando a pré-existência de um conteúdo numa ligação sintática que, sem esse já dito, não oferece qualquer sentido particular. Sírio Possenti oferece modificações e limitações ao conceito, de maneira que ele passa a ter mais relação com as formações discursivas do que com o interdiscurso proposto por Pêcheux.

Formação discursiva e interdiscurso – Michel Pêcheux

A formação discursiva entra como resolução dos problemas que as condições de produção do discurso haviam dado a Pêcheux no início do desenvolvimento da Análise do Discurso Francesa (AD). Mais a frente, ela se relaciona com o conceito de formação ideológica e interdiscurso: a formação discursiva é aquilo que afirma o que se pode dizer dentro de uma formação ideológica dada e é definida através dos interdiscursos que lhe dão possibilidade de existência. Por fim, o conceito implode na terceira fase da AD.

5 livros de Zygmunt Bauman para você entender o essencial

  Zygmunt Bauman foi um sociólogo polonês famoso por interpretar a contemporaneidade a partir de sua ótica da modernidade líquida. Segundo as obras de Zygmunt Bauman, no estágio atual do capitalismo, não há referências seguras para o desenvolvimento da vida: a estrutura econômica é instável, os medos se proliferam e o espaço público deixa de…

Condições de produção do discurso – Michel Pêcheux

As condições de produção do discurso são observadas, no presente artigo, ao longo das obras de Pêcheux, passando de circunstâncias imediatas para determinações históricas. O exemplo dos Sermões de Padre Vieira e da campanha da revista Veja contra a miséria servem de apoio à aplicação do conceito.

Encontro filosófico aborda Vigiar e Punir de Michel Foucault (SP)

Após 2 encontros filosóficos com muita gente, diversas questões e discussões cheias de entusiasmo, o Colunas Tortas anuncia o 3º Encontro Filosófico do Colunas Tortas com o tema Vigiar e Punir: Disciplina e Controle Social, com apresentação inicial feita pelo professor Marcos Cesar Alvarez* da Universidade de São Paulo. Há poucas semanas, o Brasil se…

Discurso de Luiz Ruffato na Feira do livro de Frankfurt continua atual

Historicamente habituados a termos apenas deveres, nunca direitos, sucumbimos numa estranha sensação de não pertencimento: no Brasil, o que é de todos não é de ninguém… Em 2013, Franfurt recebeu em sua tradicional Feira do Livro a presença de Luiz Ruffato, escritor brasileiro que discursou na abertura do evento com tom crítico às desigualdades sociais…