Emancipação – Modernidade Líquida

Da série “Modernidade Líquida”. A emancipação é um dever: ela se torna necessária, se “libertar da sociedade” – o que significa se afastar de qualquer totalitarismo, na crítica de Herbert Marcuse. O problema, observa o teórico da Escola de Frankfurt, é que não há uma base de massas para levar esta tarefa até seu fim,…

Relações líquidas: a leveza de ser (prefácio) – Modernidade Líquida

“Se o “espírito” era “moderno”, ele o era na medida em que estava determinado que a realidade deveria ser emancipada da “mão morta” de sua própria história – e isso só poderia ser feito derretendo os sólidos (isto é, por definição, dissolvendo o que quer que persistisse no tempo e fosse infenso à sua passagem ou imune a seu fluxo)”.

Zygmunt Bauman é personagem principal em animação sobre refugiados do Oriente Médio

“Antes da guerra, podíamos sair com a família para qualquer lugar a qualquer momento. Agora, tememos tudo. Bombas foram lançadas próximo a escola do meu filho. Não podemos viver assim. Isso é o que nos faz fugir”