HQ pra relaxar

Vida de Nerda trata justamente de uma menina que tenta ganhar o pão de cada dia e joga com a caneta os desastres amorosos. Clique e leia!

 

Em um FIQ (Festival Nacional de Quadrinhos) realizado em Belo Horizonte conheci um moço de Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte. O Joseniz Guimarães com aquele sotaque amistoso e sincero que me fez recordar da minha Tia Jandira erradicada há quase 40 anos no Rio. Eu me senti em casa com ele e pra ser mais exata, depois do festival fomos tomar umas e tocar viola na casa de um brother. E assim foi.

Ele me mandou sua revista em quadrinhos, denominada Vida de Nerda – primeira edição. Eu achei bem divertida e cotidiana! Não é atoa que escrevo neste espaço, tentativas do que meu olhar consegue captar! O Ciclos caiu bem com a leitura. Um vinho tinto argentino da espécie carbenet sauvigon da região do Valle de Cafayate safra 2013. Divino com torradas de tomate e geleia de mocotó com amendoim!

A personagem principal da revista, a Nerda é uma menina que como tantas outras, tem um mundo particular e essa curte desenhos mais do que meramente passar o tempo. Ela quer viver disso! Pode?! São raros os que conseguem essa proeza. Eu tenho tantos amigos que escrevem, desenham e até pintam lindamente e não são nem um pouco conhecidos. Uma lástima! Ainda bem que eu to aqui pra ajudar na divulgação 😉

Vida de Nerda trata justamente de uma menina que tenta ganhar o pão de cada dia e joga com a caneta os desastres amorosos, as dificuldades de se realizar na profissão. E tudo isso de forma bem-humorada e fácil e por um precinho bem em conta. Apenas R$ 10,00 cada edição. E se você é fã de Pop Art vai curtir também, algumas páginas me lembraram do movimento…

O autor me informou que tá pra sair duas novas edições. Mas se você quer saber mais dele, clica aqui no site e ajuda o moço.

Sobre o autor:

O nome é Joseniz Guimarães de Moura, tem 32 anos, Natalense e trabalha com Quadrinhos, Teatro, Cinema e Educação. Desenha desde pequeno e lia muitos quadrinhos até o dia em que pegou o 1° quadrinho que ficou gravado em sua mente chamado Crise nas Infinitas Terras de Marv Wolfman e George Pérez. Foi com este quadrinho que se interessou pela linguagem da arte sequencial e tomou a decisão de trabalhar com artes. Vê a arte seja no teatro, quadrinhos, cinema, literatura, poesia, fotografia… como uma linguagem. E sempre faz  seu trabalho artístico utilizando a linguagem que a história pede. Mesmo nos quadrinhos a forma como conta a história, o traço, a ideia, tudo depende da história e nenhum trabalho é igual ao outro. Vê a arte como uma forma de expressar sentimentos, ideias, pensamentos de formas que nem sempre são possíveis de verbalizar com palavras.

Trabalha profissionalmente com quadrinhos desde 2007 mas pode dizer mesmo que as coisas começaram em 2009 com o trabalho com tiras como Carpe Diem, Autor em Crise e Vida de Nerda. Quanto ás revistas que publicou foi com Vida de Nerda (2014) que iniciou pra valer seu trabalho com quadrinhos e decidiu que iria trabalhar com isso até o fim de sua vida. E vejam só que legal, em 2013 conheceu George Pérez que fez a 1° revista que leu e foi um encontro tão massa que ele fez questão de pegar a câmera dele e registrar o momento.

Boa Leitura!

13898552_1143670222359884_989353889_o

Deixe uma resposta