Funcionários da Mercedes continuam sem emprego

Após a readmissão dos 800 funcionários da Volkswagen na última sexta-feira (16), os 244 demitidos no dia 6 deste mês na fábrica da Mercedes-Benz, no grande ABC do Estado de São Paulo ainda esperam uma conclusão sobre a proposta de readmissão iniciada na reunião do dia 9.

Após a readmissão dos 800 funcionários da Volkswagen na última sexta-feira (16), os 244 demitidos no dia 6 deste mês na fábrica da Mercedes-Benz, no grande ABC do Estado de São Paulo ainda esperam uma conclusão sobre a proposta de readmissão iniciada na reunião do dia 9. As informações são do G1.

Os funcionários souberam de suas demissões por telegrama, após o término de suspensão temporária de contrato (layoff).

Funcionários foram demitidos após telegrama. Foto: G1.
Protesto do dia 7 mobilizou 90% da fábrica do ABC.

Funcionários chegaram a fazer um protesto na sexta-feira que bloqueou o portão principal da fábrica, que contou com a participação dos funcionários do setor de caminhões. Cerca de 90% dos funcionários paralisaram a fábrica por 24 horas em solidariedade aos demitidos.

Outros 750 funcionários tiveram a suspensão de contrato prorrogada para 30 de abril e também estão também em situação de risco na empresa.

Deixe uma resposta