27 Revistas de sociologia em língua portuguesa para download [PDF]

Todas as revistas estão em língua portuguesa, são livres para consulta e download. Todas com seu índice de qualidade para você ver e baixar. Clique e veja!

Revistas de Sociologia
Augusto Comte (1798 – 1857).

A sociologia começou como uma física social, termo cunhado por Augusto Comte, filósofo francês do século XIX. O objetivo do pensador era encontrar uma maneira de prever os fenômenos próprios da sociedade, criar uma ciência de fato social. Abaixo, listamos 27 revistas de sociologia para download gratuito.

Apesar de inovadora, a ideia de Comte tinha problemas: o primeiro aconteceu quando a história não correspondeu o progresso que imaginara em sua teoria. O positivismo falhou na tentativa de explicar a sociedade, mas deixou um protótipo da ciência social que foi desenvolvido primeiramente por Durkheim, Weber e Marx.

No Brasil, a sociologia tem suas raízes em sociólogos e historiadores, como Gilberto Freyre. Foi com “Casa Grande e Senzala” que o autor se tornou imortal: recorreu às fontes até então não utilizadas, como relatos orais, manuscritos de documentos públicos e privados e anúncios de jornais, além da antropologia e sociologia brasileiras para interpretar os fatos descritos.

Florestan Fernandes, por sua vez, fundou a Escola Paulista de Sociologia e manteve o marxismo como guia de suas análises estruturais. Em 1969 foi aposentado compulsoriamente pela ditadura militar e se exilou nos Estados Unidos, trabalhando como professor em universidades locais.

Apesar deste autores, juntamente com Sergio Buarque de Hollanda, Darcy Ribeiro, Caio Prado Junior, entre outros, terem papel central na formação da disciplina, a sociologia brasileira ultrapassa suas obras e aborda temas que transbordam para o contemporâneo.

A lista abaixo de revistas de sociologia serve como índice para entender quais os assuntos centrais na sociologia em língua portuguesa e compreender cada detalhe da pesquisa social lusófona.

Lista de revistas de sociologia

Abaixo, o índice com 27 revistas de sociologia organizadas por seu índice de qualidade (o qualis).

Tempo Social (USP)

Qualis: A1.

A revista Tempo Social, publicada de forma continuada desde 1989 pelo Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo e com sua coleção disponibilizada integral e livremente no Scielo e no Portal de Revistas da Usp, desde o seu primeiro número até o atual, prioriza a veiculação da produção sociológica das principais vertentes contemporâneas da disciplina, de autores nacionais e internacionais, com ênfase nos eixos temáticos, nas orientações teóricas e nas metodologias de trabalho em que operam os diferentes grupos de docentes e pesquisadores no âmbito das Ciências Sociais brasileiras, sem deixar de procurar contemplar vertentes ainda menos conhecidas e/ou difundidas no contexto brasileiro.

A revista promove continuadamente a edição de números temáticos especiais, por meio de dossiês, sempre com a colaboração de especialistas nacionais e estrangeiros, realçando o intercâmbio com a sociologia e as demais ciências sociais latino-americanas e mundiais.

Para ler e baixar, clique aqui.

Sociologias (UFRGS)

Qualis: A1.

Sociologias é uma revista de orientação pluralista que busca ampliar os espaços para expressão das diversas correntes existentes no campo das ciências sociais, colocando em debate temas e abordagens que constituem a sociologia. Contemplando, ainda, espaço para áreas como literatura, informática, economia, entre outras, que apresentam importantes interfaces com a sociologia.

Para ler e baixar, clique aqui.

Análise Social (Univ de Lisboa)

Qualis: A1.

A Análise Social é a principal revista portuguesa em ciências sociais e na área dos estudos sobre Portugal. Durante mais de meio século, a revista manteve o seu cariz inovador devido à capacidade para atrair trabalhos que resultam de investigação de topo, tanto teórica como empiricamente, e à originalidade e importância dos temas abordados.

A Análise Social é uma revista multidisciplinar, especializada nas áreas da Sociologia, da História, da Antropologia, da Ciência Política e Psicologia Social. Dá prioridade à publicação de artigos que em cada uma destas áreas:

• Apresentem investigação empírica baseada em formulações e modelos teóricos;
• Desenvolvam novos métodos de análise e investigação;
• Usem conceitos heurísticos para a interpretação da realidade;
• Contenham implicações teóricas da investigação empírica;
• Contribuam para o desenvolvimento de perspectivas comparadas sobre os temas estudados.

Apesar de a maioria dos artigos publicados focar a realidade portuguesa, a Análise Social está aberta à publicação de artigos sobre outras regiões especialmente quando contenham visões inovadoras de uma perspectiva comparativa e analítica.

Para ler e baixar, clique aqui.

Carderno CRH (UFBA)

Qualis: A1.

Revista quadrimestral de Ciências Sociais, aceita a colaboração livre de textos inéditos, de reconhecido interesse acadêmico e atualidade das ciências sociais, na forma de artigos, ensaios bibliográficos e resenhas.

Cada número contém um dossiê temático sobre tema específico organizado a partir de autores convidados, de reconhecida experiência acadêmica, e que represente contribuição original ao debate, os quais são igualmente submetidos ao processo de revisão pelos pares.

Para ler e baixar, clique aqui.

Cadernos Pagu (UNICAMP)

Qualis: A1.

A revista Cadernos Pagu foi lançada em 1993 e desde então vem contribuindo para a constituição do campo de estudos de gênero no Brasil. A revista foi criada em um momento em que os estudos de gênero já contavam com alguma legitimidade acadêmica no país e a intenção era ampliar sua visibilidade, difundindo e estimulando a produção de conhecimento na área.

A criação do Cadernos Pagu foi resultado de mais de dois anos de leituras, pesquisas e debates, nos quais integrantes do Núcleo de Estudos de Gênero – Pagu mapeavam os avanços na produção sobre gênero e seus impasses.

O primeiro número foi inteiramente redigido por integrantes do Núcleo, cujos artigos esboçavam essas inquietações. Entre o segundo e o terceiro número, a publicação redefiniu sua política editorial e, simultaneamente, abriu para contribuições de pesquisadoras/es brasileiras/os e estrangeiras/os. Para tanto, constituiu-se um corpo de pareceristas ad-hoc e foram criados o Comitê e o Conselho Editorial. A partir do quinto número, a revista contou com financiamento externo à universidade.

Para ler e baixar, clique aqui.

Civitas (PUCRS)

Qualis: A1.

A revista foi concebida como um apoio à pesquisa em Ciências Sociais, e se propõe a ser um espaço para a divulgação e discussão dos seus resultados, construído conjuntamente pela comunidade acadêmica.

Algumas mudanças foram feitas ao longo destes anos. Ao lado de pequenas adaptações no seu visual, no estilo das referências, e de uma reformulação do conselho editorial, duas mudanças ocorridas em 2008 merecem destaque. A primeira foi passar sua frequência de semestral para quadrimestral e a segunda foi sua disponibilização integral on line, incluindo os números anteriores. No ano passado, por fim, mais uma inovação foi introduzida: o encarte digital. Contribuições incluídas nesta modalidade passam pelos mesmos procedimentos de revisão por pares e seleção, mas estão disponíveis apenas na versão digital. Isso dá alguma flexibilidade à revista e possibilita a publicação de artigos com gráficos coloridos, como nesta edição, e até mesmo imagens, como um ensaio fotográfico que será incluído na segunda edição de 2015.

A Equipe Editorial também tem zelado pela pluralidade da Civitas. Enquanto a taxa de exogenia é bem superior a 80%, a presença de autores estrangeiros com artigos inéditos tem se mantido próxima de 20%. A distribuição regional e institucional dos autores é ampla: além do exterior, autores vêm de todas as regiões brasileiras e em média de 17 instituições diferentes todos os anos. Por ser um periódico de Ciências Sociais, Antropologia, Ciência Política e Sociologia têm forte presença, mas os temas abordados também são analisados na perspectiva de outras áreas do conhecimento.

Para ler e baixar, clique aqui.

Dados (UERJ)

Qualis: A1.

Dados – Revista de Ciências Sociais é uma das principais e mais longevas revistas nas Ciências Sociais no Brasil. Publicada desde 1966, divulga trabalhos inéditos e inovadores, oriundos de pesquisa acadêmica, de autores brasileiros e estrangeiros.

Com periodicidade trimestral desde 1981 e tiragem média de 400 exemplares impressos por número, faz parte do primeiro grupo de onze revistas que em 1996 integraram o SciELO – Science Eletronic Library Online, o mais importante veículo de divulgação da ciência brasileira, constituindo-se no primeiro periódico de Ciências Humanas a fazer parte do projeto.

A liderança da revista também é contrastada na atualidade, pois é uma das poucas revistas brasileiras de Ciências Sociais indexadas no Institute for Scientific Information – ISI (Thomson Co.), além de ter sido qualificada como A1 em sete áreas na última atualização do Qualis/CAPES.

Para ler e baixar, clique aqui.

Educação e Sociedade (UNICAMP)

Qualis: A1.

Educação & Sociedade é um dos mais importantes periódicos editados hoje na área da Educação no país. Publicada desde 1978, a revista tem periodicidade trimestral. Além disso, um número especial temático tem sido organizado a cada ano, desde 1995, transformando a revista em uma publicação trimestral.

Planejada como instrumento de incentivo à pesquisa acadêmica e ao amplo debate sobre o ensino, nos seus diversos prismas, ela atinge, após anos de publicação ininterrupta, um grande acúmulo de análises, informações, debates, fontes teóricas, relatos de experiências pedagógicas, entre outros, de grande interesse a cientistas e educadores que atuam nas ciências humanas e outros campos do saber.

Para ler e baixar, clique aqui.

Horizontes Antropológicos (UFRGS)

Qualis: A1.

Horizontes Antropológicos é um periódico semestral, publicado pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Seus números são temáticos e abertos à pluralidade de interpretações e de temas que possam interessar à antropologia para a compreensão dos fenômenos socioculturais. Cada numero também contempla uma seção, denominada Espaço Aberto, voltada para trabalhos que não estejam diretamente relacionados com o tema.

Para ler e baixar, clique aqui.

Lua Nova (CEDEC)

Qualis: A1.

Lua Nova tem por objetivo fazer a alta reflexão de temas políticos e culturais, contribuindo assim para elevar o nível intelectual do debate público.

Em suas páginas, o leitor vai encontrar elaboradas incursões nos campos da teoria política (clássica e contemporânea), da teoria social, da análise institucional e da crítica cultural, além de discussões dos assuntos candentes de nosso tempo.

Entre seus colaboradores típicos estão intelectuais, docentes e pesquisadores das diversas áreas das Ciências Humanas, não necessariamente vinculados a instituições acadêmicas.

Para ler e baixar, clique aqui.

Revista Brasileira de Ciências Sociais (ANPOCS)

Qualis: A1.

A Revista Brasileira de Ciências Sociais (RBCS), de periodicidade quadrimestral, lançada em junho de 1986, consolidou-se como uma das principais revistas brasileiras na área de Ciências Sociais.

Alcança ampla diversidade temática, disciplinar e conceitual. Além dos autores nacionais, incorpora contribuições de cientistas sociais estrangeiros de renome. Sua penetração é crescente, assim como seu prestígio.

Para ler e baixar, clique aqui.

Revista de Antropologia (USP)

Qualis: A1.

A Revista de Antropologia tem como objetivo a divulgação de resultados de pesquisas envolvendo a discussão de temas e modelos teórico-metodológico próprios da Antropologia, em suas diversas áreas e interfaces com disciplinas afins, a partir de artigos, resenhas e entrevistas inéditos, de forma a proporcionar aos leitores um panorama atualizado das questões mais relevantes de seu campo de pesquisa no país e no exterior.

Para ler e baixar, clique aqui.

Sociedade e Estado (UnB)

Qualis: A1.

Sociedade e Estado destina-se a publicação de trabalhos científicos originais na área de Ciências Sociais.

A revista Sociedade e Estado vem sendo editada pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília desde de 1986. Neste período foram publicados trabalhos originais relacionados às Ciências Sociais enquadrados nas seguintes categorias: estudos teóricos, revisões críticas de literatura, relatos de pesquisa, notas técnicas, resenhas e notícias.

Para ler e baixar, clique aqui.

Cadernos Metrópole (PUCSP)

Qualis: A2.

A revista Cadernos Metrópole surgiu no final dos anos 1990 como um dos principais produtos do Observatório das Metrópoles e tem como principal objetivo difundir os resultados da análise comparativa entre as metrópoles. A revista publica textos de pesquisadores e estudiosos da temática urbana, que dialogam com o debate sobre os efeitos das transformações socioespaciais no condicionamento do sistema político-institucional das cidades e os desafios colocados à adoção de modelos de gestão baseados na governança urbana.

Os Cadernos Metrópole constituem um convite à reflexão, ao debate e à pesquisa sobre as metrópoles contemporâneas e são uma importante referência para os pesquisadores das áreas de Planejamento Urbano e Regional, Arquitetura, Urbanismo, Geografia, Demografia e Ciências Sociais, destacando-se entre os demais periódicos dessas áreas, por seu caráter interdisciplinar.

Para ler e baixar, clique aqui.

Ciências Sociais Unisinos

Qualis: A2.

Ciências Sociais Unisinos é uma publicação quadrimestral da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos e dedica-se a publicar artigos inéditos que contribuam para a reflexão e o estudo interdisciplinar das Ciências Sociais.

Para ler e baixar, clique aqui.

Novos Estudos (CEBRAP)

Qualis: A2.

Publicada há mais de quarenta anos pelo Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) a revista Novos Estudos Cebrap é um periódico multidisciplinar (em sistema de duplo-cego de avaliação por pares) de ciências humanas, direito, literatura e artes. Quadrimestral, traz artigos de autores nacionais e estrangeiros, debates, entrevistas e resenhas.

Consolidada no panorama intelectual brasileiro, a revista tem como objetivo apresentar análises aprofundadas de temas das ciências humanas e acompanhar o debate de ideias no país, contribuindo para o adensamento das discussões num amplo leque de temas, das artes plásticas às políticas públicas.

Para ler e baixar, clique aqui.

Opinião Pública (UNICAMP)

Qualis: A2.

A concepção de Opinião Pública como um espaço para o fortalecimento dos estudos sobre comportamento e do campo da metodologia e técnicas de pesquisa em ciências sociais é parte do projeto desenvolvido pelo centro.

Seu primeiro número foi lançado em 1993, com o objetivo de proporcionar um veículo acadêmico especializado de publicação de artigos nacionais e estrangeiros sobre teoria, metodologia e análise de opinião pública, comportamento social e político e estudos de mídia.

Opinião Pública é também um espaço de divulgação de dados nacionais e internacionais de pesquisas sobre comportamento político e social, organizados e apresentados na seção Tendências, composta de gráficos e informações.

Para ler e baixar, clique aqui.

Religião e Sociedade (ISER)

Qualis: A2.

Religião e Sociedade é uma revista semestral dedicada ao tema da religião em todas as suas possibilidades de relações com a sociedade.

Está aberta a todos e quaisquer enfoques, tendências, perspectivas e propostas de interpretação, inclusive a diálogos ou confrontos interreligiosos, partindo do complexo de disciplinas das humanidades e ciências sociais. Foi criada em 1977 pelo Centro de Estudos da Religião (CER) e pelo Instituto de Estudos da Religião (ISER) , o qual atualmente a edita.

Para ler e baixar, clique aqui.

Revista Estudos Feministas (UFSC)

Qualis: A2.

A Revista Estudos Feministas é um periódico de publicação quadrimestral e indexado, de circulação nacional e internacional, que objetiva divulgar cientificamente textos originais em português e em espanhol, sob a forma de artigos, ensaios e resenhas, sobre gênero e feminismos, que podem ser tanto relativos a uma determinada disciplina quanto interdisciplinares em sua metodologia, teorização e bibliografia.

Os textos publicados contribuem para o estudo das questões de gênero, sendo provenientes de diversas disciplinas: sociologia, antropologia, história, literatura, estudos culturais, ciência política, medicina, psicologia, teoria feminista, semiótica, demografia, comunicação, psicanálise, entre outras.

Para ler e baixar, clique aqui.

Anais do Museu Paulista

Qualis: B1.

Desde 1922 o Museu publica os Anais do Museu Paulista, que a partir de 1993 passaram a circular em nova série, com o subtítulo História e Cultura Material. Trata-se de revista acadêmica que traz à discussão temas polêmicos e balanços historiográficos, de acordo com novas tendências da pesquisa em História, especialmente da História em museus, que se insere no campo da cultura material.

Para ler e baixar, clique aqui.

Revista Brasileira de Sociologia – (Sociedade Brasileira de Sociologia)

Qualis: B1.

O principal foco da Revista é a produção acadêmica e cientifica acerca da realidade brasileira e mundial contemporâneas. As matérias veiculadas na Revista Brasileira de Sociologia deverão incluir artigos de natureza acadêmica e didática, registrando eventuais reedição de textos clássicos, literatura comentada sobre assuntos variados, textos de metodologia e reflexão sobre conceitos ou autores, hoje imprescindíveis ao profissional do ensino médio.

A natureza acadêmica do periódico não se separa, portanto, de sua missão didática e original de instrumentalizar alunos e professores na sala de aula.

As edições darão prioridade, também, aos temas atuais ligados ao desenvolvimento, compreendendo ser este não limitado ao crescimento econômico e tecnológico, pois envolve transformações e dinâmicas criativas nas várias esferas da vida social.

É possível afirmar que existe um patrimônio acumulado de produção nessa temática registrada como “sociologia do desenvolvimento” que pontuou a reflexão sociológica no Brasil e na América Latina na década de 1970. Outras teorizações mais recentes envolvendo temas ligados à disparidade regional, às formas de inclusão e exclusão associadas aos desafios da sociedade globalizada vem fazendo parte da agenda sociológica.

As associações positivas e negativas entre crescimento e desenvolvimento passam a gora a serem substituídas pelo estabelecimento de novos critérios de avaliação baseados na idéia de capital social e suas formas de sustentabilidade.

Para ler e baixar, clique aqui.

Revista de Sociologia e Política (UFPR)

Qualis: B1.

Aberta ao debate científico, a Revista de Sociologia e Política é um veículo pluralista de divulgação dos resultados de pesquisa substantiva de sociólogos e de cientistas políticos. Publica, preferencialmente em português, artigos originais e ensaios bibliográficos.

A Revista prioriza manuscritos cujo tema principal seja a prática política de agentes sociais. As contribuições das diversas disciplinas das Ciências Humanas são bem-vindas. Elas podem tomar a forma de análises de discursos teóricos, investigações históricas e, especialmente, pesquisas empíricas.

Para ler e baixar, clique aqui.

Configurações (Portugal e Brasil)

A Revista CICS – Configurações – é um dos meios ao dispor de investigadores nacionais e estrangeiros para a divulgação de trabalhos de Sociologia e de áreas afins das Ciências Sociais.

Trata-se de uma publicação que ambiciona atingir elevados padrões de qualidade, dispondo de arbitragem científica externa e com um Conselho Consultivo formado por cientistas sociais conceituados a nível nacional e internacional.

Para ler e baixar, clique aqui.

Sociologia & Antropologia (UFRJ)

Sociologia & Antropologia destina-se à apresentação, circulação e discussão de pesquisas originais que contribuam para o conhecimento dos processos socioculturais nos contextos brasileiro e mundial.

A Revista está aberta à colaboração de especialistas de universidades e instituições de pesquisa, e publicará trabalhos inéditos em português e em inglês.

Sociologia & Antropologia ambiciona, em suma, constituir-se em um instrumento de interpelação consistente do debate contemporâneo das ciências sociais e, assim, contribuir para o seu desenvolvimento.

Para ler e baixar, clique aqui.

Estudos de Sociologia (UNESP)

Qualis: B1.

Missão: Publicar artigos e ensaios nacionais e internacionais na área da Sociologia e afins, buscando contribuir para o debate disciplinar e interdisciplinar das questões sociais clássicas e contemporâneas.

Para ler e baixar, clique aqui.

Política e Sociedade (UFSC)

Qualis: B1.

Política & Sociedade é uma publicação quadrimestral do Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política da Universidade Federal de Santa Catarina.

Destinada à divulgação de artigos, resenhas, traduções e ensaios bibliográficos inéditos sobre temas e problemas de Sociologia Política e de disciplinas afins, a revista orienta-se pelos critérios de qualidade acadêmica e da relevância social do conteúdo de suas publicações.

Preza também o pluralismo e o intercâmbio de idéias, sendo bem-vindas contribuições de pesquisadores das comunidades acadêmicas nacional e internacional, associados às mais diversas tradições intelectuais das Ciências Sociais e aos diferentes programas de pesquisa no âmbito da Sociologia Política.

Para ler e baixar, clique aqui.

4 Comments

Deixe uma resposta