Michel Pêcheux: Conceitos Fundamentais

E-book Análise do Discurso: Conceitos Fundamentais de Michel Pêcheux
E-book Análise do Discurso: Conceitos Fundamentais de Michel Pêcheux, escrito por Vinicius Siqueira, do Colunas Tortas.

A análise do discurso é uma das esferas de pesquisa mais interessantes de conhecer. Como descreve Pêcheux, é a articulação entre o marxismo, a psicanálise e a linguística.

Entretanto, há pouco material introdutório na internet ou de fácil leitura nas bibliotecas. O objetivo do e-book Análise do Discurso: Conceitos Fundamentais de Michel Pêcheux é justamente preencher essa lacuna para iniciantes na análise do discurso.

O e-book tem 131 páginas, é perfeito para ler na tela do computador, no tablet ou celular e discute os conceitos de condições de produção do discurso, sujeito, formação discursiva, interdiscurso, formação ideológica, pré-construído, o funcionamento da ideologia, acontecimento discursivo e memória discursiva, mas também exibe o conceito de constructo discursivo, proposto pela pesquisadora brasileira Ana de Godoy, e aplica os conceitos propostos na análise do enunciado “Não vou pagar o pato”, famoso nos protestos da direita brasileira até o momento do impeachment.

São R$16,99. Clique abaixo e adquira!

Michel Pêcheux: biografia

Michel Pêcheux, criador do conceito de condições de produção do discurso.
Michel Pêcheux inseriu a abordagem marxista na análise do discurso.

Michel Pêcheux (1938–1983) foi um filósofo e linguista francês, pioneiro na análise do discurso e criador do grupo de estudos que viria a ser conhecido como a Análise do Discurso Francesa (AD). As informações são do site da Cahiers pour l’Analyse.

Primeiramente, foi estudioso de filosofia alemã, até entrar na École Normale Supérieure, em 1959, e ser aluno de Louis Althusser: Pêcheux considerou que, em sua vida, as aulas atuaram como uma transformação política, já que o fez quebrar suas raízes católicas e sartreanas, o colocando de frente com a interpretação althusseriana de Marx e inserindo a ideologia como problema central de suas pesquisas.

Pouco depois, encontrou Georges Canguilhem, que conduziu seu interesse para a epistemologia e história das ciências. Com a ajuda de Canguilhem, Pêcheux conseguiu um emprego no Laboratoire de la psychologie sociale, de Robert Paige, em outubro de 1966, para realizar uma pesquisa sobre “transmissão de mensagens com conteúdo não usual”.

Após se envolver com a revista Cahiers pour l’Analyse, Michel Pêcheux continuou com sua linha de pesquisa e elaborou um jeito próprio de análise do discurso: mais marxista que a abordagem foucaultiana, o filósofo se utilizou das ideias expostas por Althusser para evidenciar o caráter discursivo e prático da ideologia, isso pode ser visto em Análise Automática do Discurso, de 1969, e Semântica e Discurso: Uma Crítica a Afirmação do Óbvio, publicado originalmente em 1975.

Na década de 80, a análise do discurso já era um campo estabelecido com conceitos e operações próprias e teve grande popularidade nos Estados Unidos da América e Reino Unido.

Infelizmente, a contribuição de Michel Pêcheux ao campo que criou e ajudou a construir foi cessada devido ao seu suicídio em 1983.

E-book para entender Michel Pêcheux

E-book Análise do Discurso: Conceitos Fundamentais de Michel Pêcheux

Características do e-book:

  • 131 páginas;
  • Autor: Vinicius Siqueira (editor do Colunas Tortas)
  • Formato: PDF;
  • Formatado para ler na tela do computador, tablet e celular;
  • Aborda os principais conceitos da análise do discurso de Michel Pêcheux.

São R$16,99. Clique abaixo e adquira!