As duas formas da ideologia – Michel Pêcheux

... Então, diferente de certa ciência social, a atribuição de lugar feita a um sujeito na estrutura social é resultado de mecanismos de lei inconsciente, isso significa que não é a "tomada de consciência" das regras pré-conscientes que vai retirar o sujeito da "alienação social". A lei inconsciente, neste caso, não é nem mesmo posta em causa...

Da série “Michel Pêcheux: Conceitos Fundamentais“.

Michel Pêcheux, criador do conceito de condições de produção do discurso.
Michel Pêcheux inseriu a abordagem marxista na análise do discurso.

O artigo presente tem como objetivo expôr as ideias de Michel Pêcheux num momento anterior à criação da análise do discurso francesa (AD), quando o autor ainda publicava sob o pseudônimo de Thomas Herbert. Tomaremos como base o artigo Observações Para Uma Teoria Geral das Ideologias, publicado originalmente em 1967, na revista Cahiers Pour L’analyse, nº9.

Neste momento de sua pesquisa, apesar de já utilizar o termo discurso, Pêcheux está preocupado com a teoria da ideologia e sua atenção se volta aos mecanismos de funcionamento da ideologia e sua relação com a ciência. O autor relembra que a ciência não nasce de uma ideia disrruptiva, mas sim de um afastamento de uma ideologia particular, então, toda ciência é a ciência da ideologia da qual ela se destaca.

Filosofia Juche sob a ótica de Arendt e Marcuse

Por Vinícius Mendes em colaboração ao Colunas Tortas. A ideia Juche Publicado em 1982 pelo ainda deputado da Suprema Assembleia do Povo da Coreia do Norte, Kim Jong-Il, filho mais velho de Kim Il-Sung, que havia assumido o posto de premiê norte-coreano em dezembro de 1948 por decisão da União Soviética e se tornado presidente em…

Ideologia e Aparelhos Ideológicos de Estado – Louis Althusser: uma resenha

Da série “Michel Pêcheux: Conceitos Fundamentais“. O ensaio Ideologia e Aparelhos Ideológicos de Estado[1], de Louis Althusser merece ser objeto de nossa preocupação e estudo não só pelo valor que tem como início de uma teoria do Estado marxista, mas também pela importância que tem na obra de Michel Pêcheux, ao inserir o conceito de ideologia levado…

Formação discursiva e interdiscurso – Michel Pêcheux

Da série “Michel Pêcheux: Conceitos Fundamentais“. As abordagens não-subjetivas do discurso, como de Foucault e Pêcheux, necessitam de uma explicação que dê luz à produção dos enunciados, já que nem eles, nem o sentido que assumem na prática social, são definidos pelo sujeito. O conceito de discurso, assim, depende de um conceito descritivo anterior: o…

5 livros de Zygmunt Bauman para você entender o essencial

Zygmunt Bauman foi um sociólogo polonês famoso por interpretar a contemporaneidade a partir de sua ótica da modernidade líquida. Segundo as obras de Zygmunt Bauman, no estágio atual do capitalismo, não há referências seguras para o desenvolvimento da vida: a estrutura econômica é instável, os medos se proliferam e o espaço público deixa de ser…

O sujeito – Michel Pêcheux

Da série “Michel Pêcheux: Conceitos Fundamentais“. Uma das inovações da análise do discurso de linha francesa (AD) foi inserir uma teoria não-subjetiva do sujeito dentro deste recente campo, lidando com problemas da comunicação sem passar pelas teorias informacionais ou liberais clássicas. O esforço de Michel Pêcheux em construir uma teoria que eliminasse a função do sujeito…